Google+

29 de set de 2014

A Dieta do Palhaço (Super Size Me)

É viciado em fast food ? Reveja sua dieta (ou não...) !


A DIETA DO PALHAÇO é um documentário de 2004, escrito, produzido, dirigido e protagonizado por Morgan Spurlock, um cineasta independente dos Estados Unidos sendo que esse é seu primeiro trabalho como diretor, mas antes foi produtor numa serie na web e depois na MTV chamada ''I Bet You Will''.

No filme, Spurlock segue uma dieta de 30 dias se alimentando exclusivamente no McDonald's. Ele documenta os efeitos que causam na saúde física e psicológica, e explora a influência das indústrias de fast food.
Durante a gravação, comia três vezes ao dia, chegando a consumir em média 5 mil calorias (aproximadamente seis Big Macs) por dia durante a experiencia.



  Antes das filmagens, Spurlock que tem como esposa (ou tinha porque hoje são separados) uma nutricionista e vegetariana, comia uma dieta variada e saudável. Tinha uma boa forma,  com 84 kgs em seus 1,88 de altura. Depois de trinta dias, obteve um ganho de 11 kgs, uns 13% de aumento da massa corporal deixando seu índice 23,2 (dentro da faixa ''saudável'' 19-25) a 27 (''sobrepeso''). Também experimentou mudanças de humor, disfunção sexual (putz !), e dano ao fígado. Spurlock precisou quatorze meses para perder o peso que havia ganho.

O fato que motivou Spurlock para fazer a ''investigação'' foi o aumento da obesidade em todo os Estados Unidos (por sinal, o país tem o maior numero de obesos do mundo), que o diretor do serviço público de saúde do país tinha declarado como ''epidemia'', e a correspondente demanda judicial contra o McDonald's em nome de duas meninas com sobrepeso, que alegaram que se converteram em obesas como resultado de comer alimentos do fast food.
Spurlock comenta que apesar do processo contra o restaurante ter falhado, grande parte da mesma crítica contra as companhias de cigarro se aplica as franquias de fast food.



À medida que o filme começa, Spurlock está fisicamente bem, como é demonstrado por três médicos (um cardiologista, um gastroenterologista, e um clínico geral), assim como uma nutricionista e um preparador físico. Ele é orientado por todos a realizar avaliações de saúde durante o mês. Todos os profissionais da saúde predizem o ''McMess'' terá efeitos indesejáveis sobre seu corpo, porém ninguém esperava nada demasiado drástico, citando que o corpo humano como ''extremamente adaptável''.

Vamos a um resumo rapido do filme, onde Spurlock ''inventou'' algumas regras para seguir, são elas:
A) Deve plenamente comer em McDonald’s três comidas por dia;
B) Deverá escolher cada item no menu do McDonald’s ao menos uma vez durante os 30 dias;
C) Deve ingerir somente os itens do menu, incluindo a água;
D) Deve escolher o tamanho ''Super Size'' de sua comida sempre que lhe for oferecido;
E) Deve aceitar todas as promoções oferecidas;
F)Terá de caminhar a média que se caminha nos Estados Unidos (5.000 passos ao dia).

Já no segundo dia, Spurlock come pela primeira vez o ''tamanho grande'' (Super Size), que leva cerca de uma hora para comer. A experiência foi o aumento de seu estomago durante o processo, que culmina com ele vomitando no caminho de volta para casa.



Depois de cinco dias, adquiriu quase 4,5 kg e ainda fica com a sensação de depressão. Ele considera que seus episódios de desânimo, letargia e dores de cabeça são causadas pela comida do McDonald’s. Um médico descreveu-o como “viciado”. A noiva de Spurlock, Alexandra Jamieson, é uma testemunha para o fato que ele perdeu até seu apetite sexual durante a sua experiência.

Próximo do vigésimo dia, sentiu palpitações estranhas no coração. Na consulta com seu médico particular, o Dr. Daryl Isaacs lhe aconselha parar o que está fazendo de imediato para evitar qualquer tipo de graves problemas de saúde. Apesar desta advertência, Spurlock decide continuar com o teste. Mais tarde declarou em uma entrevista que, apesar das preocupações e objeções da maior parte das pessoas próximas a ele, era seu irmão mais velho que o motivou a continuar com sua observação, ''Morgan, a gente comeu esta merda sempre. Acha mesmo que vai te matar se você comer os outros 9 dias?''

Spurlock chega ao trigésimo dia e atinge o seu objetivo. Ele comeu o tamanho ''Super Size'' em sua refeição em nove ocasiões ao longo do caminho. Os três médicos ficaram surpresos com seu grau de deterioração da saúde. Um deles afirmou que era irreversível o dano causado ao seu fígado, que pode sofrer, além disso, um ataque ao coração, mesmo perdendo todo o peso ganho. Ele disse que nesse período comeu mais refeições no McDonald's do que um nutricionista recomenda em 8 anos.


Como puderam reparar o filme foca todas as suas armas contra o McDonald's, como um dos ''símbolos'' da indústria alimentar fast food, que criou tamanhos exagerados de variedades e que, sempre que possível, induz ao consumo de mais e maiores porções, fazendo com que a população consuma muito além do necessário para uma alimentação saudável.
De qualquer maneira o empenho de Spurlock parece ter surtido efeito, após o lançamento do filme, vários fast food incluindo o próprio McDonald's reformaram sua imagem, apresentando um cardápio mais saudável (ou não) e excluindo as opções de refeições em tamanho grande, por conterem um nível de sal e outros nutrientes muito acima do normal permitido.
Por lá, inventaram um tal de ''Go Active'', uma nova versão do ''McLanche Feliz'' onde vem com salada, água e um contador de passos. Fez também por algum tempo, na compra de saladas, ganhava um cupom de duas semanas grátis em academias parceiras. No Brasil, também foi incluída salada nos cardápios. As vezes eu troco as fritas por saladas nos combos !!!

Agora vou sair do filme e escrever de outros assuntos relacionados e já retorno:

A dieta de John Cisna


Em contra ponto com o filme, saiu por aí, que um professor de ciências chamado John Cisna nos Estados Unidos emagreceu 17 quilos comento fast food ! Sua intenção era provar que é possível emagrecer comendo qualquer alimento. Sua experiencia durou três meses e ele só comeu nos restaurantes McDonald's.
Podemos imaginar que ele só comeu saladas, certo ? "Eu comia Big Mac, Quarteirão, sundae e sorvete de casquinha", afirmou à emissora KCCI que fez uma reportagem com ele. A dieta, elaborada por Cisna e mais três alunos, foi feita com base nas informações nutricionistas fornecidas no site do Mac.

Ele tinha direito a três refeições diárias no restaurante e não era permitido ultrapassar o consumo de 2.000 mil calorias diárias. Além disso, segundo a reportagem, as quantidades de carboidratos, gorduras e proteínas consumidas em cada refeição foram calculadas com base nas recomendações de médicos e nutricionistas.
"Posso comer a comida do McDonald's que eu quiser, contanto que eu fique atento com a minha alimentação no resto do dia e aprenda a balancear isso", afirmou à KCCI. Além da dieta, Cisna também passou a caminhar todos os dias por 45 minutos.

Ao fim da dieta, que durou 90 dias, Cisna não só emagreceu, mas também conseguiu baixar os níveis de colesterol de 249 para 170 mg/dl. Já o nível de LDL, o colesterol considerado mau, reduziu de 173 para 113 mg/dl.
O projeto, que virou o livro ''My McDonald's Diet'' e até um documentário, contou com o apoio do dono de um restaurante McDonald's da cidade de Ankeny, que ofereceu todas as refeições gratuitamente ao professor.
"Eu digo às pessoas que não só posso ver os meus sapatos, mas agora também posso amarrá-los", brincou ele. “O ponto deste documentário é a escolha. Todos nós temos escolhas. São nossas escolhas que nos fazem engordar, não o McDonald's“, justificou. Ou seja, não adianta processar o Mac, eles não te obrigam a comer lá, é você que decide isso.

Vale lembrar, é claro, que a boa saúde não se resume a perder peso: se assim fosse, o professor poderia passar o resto da vida apenas neste regime, e não apenas nos 90 dias a que se submeteu.


Fontes usadas:
http://boaforma.uol.com.br/noticias/redacao/2014/01/06/homem-emagrece-17-quilos-comendo-apenas-mc-donalds-por-tres-meses.htm

http://saude.terra.com.br/dietas/professor-perde-16-kg-apos-3-meses-comendo-apenas-mcdonalds,0e4c44b5a8363410VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html

http://hypescience.com/dieta-mcdonalds-emagrecer/

Isso é verdade ?

Bem, mas como sou curioso e na internet tem muita mentira, fui no E-Farsas verificar se tudo isso realmente é verdade e a conclusão é que, sim, é verdade ! Mas tem alguns detalhes que vocês já devem ter reparado no texto acima que o ajudou a emagrecer.

Apesar do americano John Cisna ser um professor, seu experimento não tem nada de científico. Para provar que hambúrgueres de lanchonete emagrecem mesmo, seria preciso fazer testes com grupos de pessoas usando o método científico. Quanto mais voluntários, melhor!

Funciona assim: Os pesquisadores separam dois grupos de voluntários e aplicam o teste ''duplo-cego'' em ambos. Um grupo passa semanas se alimentando apenas de lanche do McDonald's e outro passa o mesmo período comendo outros alimentos (para esse grupo, os pesquisadores teriam que fazer com que não haja diferença entre a comida da lanchonete e a comida ''normal''). Chama-se teste ''duplo-cego'' porque tanto quem está aplicando o teste quanto quem está sendo testado não pode saber qual é uma comida ou outra (dessa forma, evita-se que fiquem sugestionados e isso atrapalharia os testes).

Outra coisa que influenciaria nos resultados é que ambos os grupos não poderiam fazer nenhum tipo de exercício (ou fazer exercícios semelhantes para que queimem quantidades equiparadas de calorias).
Ao final do experimento, dezenas de testes devem ser feitos para se verificar em qual dos grupos houve mesmo uma perda de peso significativa e se essa perda de peso ocorreu de forma que não tenha causado nenhum dano aos voluntários.

O professor só revelou que havia feito o experimento em seu próprio corpo ao final dos 90 dias de testes. Ninguém acompanhou a aventura de John Cisna além de três de seus alunos, que ajudaram a elaborar o cardápio do professor.

Apesar de funcionários de algumas das lanchonetes do McDonald's terem fornecido lanches de graça ao professor, a ''alta cúpula'' da rede de fast food afirma não ter conhecimento da experiência que Cisna vinha fazendo há 90 dias. O Dr. Cindy Goody – diretor sênior de nutrição do McDonald's nos Estados Unidos – enviou uma carta ao ''novo magro'', parabenizando-o pela perda de peso e pela melhoria da sua saúde, mas adverte que uma boa alimentação deve ser complementada com exercícios físicos e hábitos saudáveis.

Como foi possível emagrecer comendo hambúrgueres?
O segredo de John Cisna está na quantidade de calorias ingeridas por dia. Enquanto que Morgan Spurlock comia tudo que podia aguentar em Supersize Me, Cisna estipulou que comeria apenas 2.000 calorias diárias. É de se esperar que consumindo mais do que se come, a pessoa vai emagrecer, né?

O Huffington Post explica que o professor não saiu comendo tudo o que bem entendia durante seu período de dieta. Ele e três de seus alunos elaboraram um cardápio com algumas das comidas menos calóricas do McDonald’s, distribuídas da seguinte forma:

 *Café da manha: Suco de frutas, Sausage Burrito e Fruit e Maple Oatmeal
 *Almoço: Frutas e Iogurte Parfait, salada Southwest Premium e fatias de maçã
 *Jantar: Diet Coke, sanduíche de Frango Grelhado, Sundae e batatas fritas (porção pequena)

Quando estava perto de completar os noventa dias de dieta, John pediu para que os alunos o deixassem escolher alimentos mais calóricos e ele, enfim, pode comer alguns hambúrgueres mais gordurosos. Isso foi apenas nos últimos dias da sua dieta maluca!

Outro detalhe ocultado da maioria das publicações na internet é que o professor começou a levar uma vida mais saudável. Desde o início do experimento, John Cisna passou a fazer caminhadas diárias de 45 minutos. Com certeza, isso ajudou muito na boa forma do homem.

http://www.e-farsas.com/e-verdade-que-um-professor-emagreceu-16-kg-comendo-mcdonalds.html

Fat Head


Contra ponto 2, se você achava a experiencia de Cisna inédita, está enganado, em 2009 Tom Naughton um comediante realizou um documentário chamado ''Fat Head'', onde vai de encontro de A DIETA DO PALHAÇO e refuta varias ideias. Uma delas, é que eu também penso, é que ninguém te obriga a entrar no McDonald's para comer.
Infelizmente esse video é pouco conhecido e no fim só temos um lado da história. Não quero defender os fast foods, mas penso que temos que ser parciais e sempre olhar os dois lados da moeda.

Voltando A DIETA DO PALHAÇO, eu acho uma utopia acusar um fast food como causador de obesidade. Conforme já citei, eles não te obrigam a comer em seus restaurantes, vai quem quer. Seria a mesma coisa que dizer que armas matam, mas quem mata é o ser humano, uma arma é apenas um objeto.

''Senti-me muito mal. Você ingere a comida do McDonald's e sente-se ótimo logo em seguida. Mas, mais tarde, você começa a ter dores de estômago e de cabeça e acaba ficando deprimido'', disse Spurlock à rede de TV NBC. Já eu, sinceramente nunca passei mal comendo fast food.

Achei Spurlock parcial do mesmo jeito que os filmes de Michael Moore, onde só trazem um lado da história e muitas vezes omitem ou manipulam informações. Pode parecer para muitos uma grande peça publicitária anti McDonald's e fast foods em geral ou um alerta para todos os ''viciados'' em hambúrguer. Embora se podia argumentar que a esse tipo de alimento, ainda seja ''psicologicamente'' viciante, não é tanto como a nicotina. Mesmo assim, os efeitos variam de pessoa para pessoa, conheço por exemplo gente idosa que fuma desde jovem e tem uma saúde muito boa, enquanto outros de meia idade com saúde pior devido ao tabaco.
Outra coisa, por que Spurlock nunca divulgou sua dieta ? Sabia que é muito difícil chegar a 5 mil calorias diárias mesmo comendo somente no McDonald's ?

Para mim, ele provou que não é bom comer igual sempre, por exemplo, feijão e arroz faz bem, correto ? Mas se comermos somente isso por um tempo o nosso organismo irá reagir mal, pois precisamos de outras vitaminas presentes em outros alimentos. A dieta deve ser sempre balanceada, incluindo muitas frutas, verduras e lugumes. Reparem que a dieta de Cisna foi balanceada, mesmo comendo no McDonald's.
Também não precisamos comer fast food muitas vezes seguidas, mas de vez em quando não tem problema. O bolso agradece também !!!!

Por curiosidade, aqui no Rio Grande do Sul, uma de nossas comidas tipicas é o chamado ''X'' ou ''Xis'', diferente do ''Cheeseburger'' de outros estados. Aqui o pão é maior, prensado e tem vários sabores diferentes a escolher como por exemplo: bacon, calabresa, galinha, strogonoff, picanha e até coração de galinha (acho que em poucos estados comem), o meu preferido e muitos outros. Em alguns lugares ainda vem com cobertura de queijo ou fritas !!! Na minha opinião é muito melhor que McDonald's e Burguer King !!!


O documentário foi nomeado para um Oscar na categoria de melhor documentário longa metragem e ganhou alguns prêmios menores pelo mundo.
De qualquer maneira, mesmo com muitos defeitos e manipulações, é um filme que merece ser visto mas sugiro assistir ''Fat Head'' logo depois e aí sim tirar suas conclusões.

Para finalizar, dessa vez não podemos reclamar sobre lançamento no Brasil pois a Imagem Filmes trouxe esse documentário e o melhor, com alguns bons extras como, comentários, cenas deletadas e entrevistas, ponto para a distribuidora ! Outra coisa, sabe que gostei do nome em português !


Trailer


A Dieta do Palhaço (Super Size Me)
Estados Unidos
2004 - 99 minutos

Direção:
Morgan Spurlock

Elenco:
Morgan Spurlock
Alexandra Jamieson
McDonald's
Coca Cola
E outros fast foods.

Download (versão dublada)

Download (versão legendada)
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Nunca fui fã de alugar documentários, mas esse eu não podia perder. Gostei muito e recomendo a quem não assistiu.

    abraço

    ResponderExcluir
  2. Vejo o doc de Spurlock mais como uma loucura de um sujeito que queria ficar famoso e que conseguiu.

    O mais assustador são as batatas fritas que continuam intactas após vários dias. Haja conservante.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. bem lembrado! quem te engorda não são os diversos tipos de alimentos pesados ou redes de fasd foods.
    mas a própria pessoa que não sabe ou não quer regular o que come.
    como diz o ditado! (Você é o que come!)
    e não é por falta de aviso! mesmo no canal aberto de TV no Brasil se fala muito disso.
    elcioch

    ResponderExcluir