Google+

12 de fev de 2017

The Geek

Bizarrice a outro extremo !


''Geek'' é um termo utilizado para indicar uma pessoa que gosta muito de tecnologia, como videogames, telefones, indicar fãs de história em quadrinhos, jogos de tabuleiros, filmes entre diversas outras coisas. Alguns podem usar como um termo pejorativo, mas jovens ''geek'' sentem orgulho de carregar essa alcunha.

Essa palavra teve primeira menção em 1876 como um sinônimo para otário (ou fool, em inglês, língua da origem). Com o tempo, artistas de rua que comiam inseto (bug, em inglês) passaram a serem conhecidos como ''geek'' e por analogia, os viciados em computadores, ou ''comedores'' de ''bugs'', começaram a serem chamados assim.

O ''nerd'' se difere de ''geek'' pois o primeiro geralmente é alguém além de outras características, inteligente, já o ''geek'' não é, ou não necessariamente. Geek também pode ser traduzido como ''aberração'', por isso o nome do filme.

Mas essa pequena explicação é apenas para o pessoal não confundir THE GEEK como sendo um filme intelectual ou qualquer outra coisa, pois na verdade se trata de um filme XXX, ou seja, porno, ou melhor ainda, porno bizarro, porno trash, porno da pior qualidade possível (tudo bem, não chega a ser um ''Sady Baby Style'', até tem mulher bonita) !!!

Essa merda para variar foi enviada pelo DougTrash (pois é, ele não vai com a minha cara), onde somente esse maluco para achar essas raríssimas pérolas da 7ª arte. O melhor de tudo, legendado !!!! Não que faça muita diferença num filme porno, mas mesmo assim é uma vantagem.

Enfim, essa merda é sobre um grupo de naturistas que vão para o meio da floresta para darem uma transada e para visualizarem um pé grande (também conhecido como sasquatch), só não contavam que esse macaco gigante. Curiosamente, THE GEEK é o segundo filme a caracterizar esse lendário animal que até hoje não existe comprovação. O primeiro foi ''Bigfoot'' de 1970 com a lenda dos filmes B, John Carradine, ator de 350 filmes, segundo o IMDB. O que podemos ter certeza é que THE GEEK tem a pior caracterização do pé grande, isso tenho certeza absoluta !!

O filme começa com uma narração de Donn Davidson, o diretor de um famoso cinema californiano chamado ''Dragon Art Theatre'', que passava filmes pornos, pornos trash, ao estilo THE GEEK. Ele tenta passar medo ao telespectador com esse bizarro filme. Na verdade, Donn tem razão, esse filme é para ter medo mesmo, causa danos cerebrais, eu não recomendo assisti-lo.

Donn Davidson.

Depois da bizarra apresentação, começa os letreiros, já no inicio indica que o filme que foi filmado em Oregon, Washington, Alberta (estados no EUA) e Canadá, puxa, com certeza essa merda mal pagou os atores (se bobear foram até voluntários), quiçá tenha todas essas locações. Após essa propaganda enganosa, temos uma narração que causa mais medo para quem está assistindo. Tenho certeza que muitos vão fechar o video. Nem vou postar aqui pois se não vcs nem irão continuar lendo essa merda de postagem.

Aqui temos 3 casais que irão explorar a floresta, tenho poucas informações sobre os ''atores'', de certeza que pelo menos três deles, duas mulheres e um homem saíram do cinema adulto mesmo, a morena (com roupa preta) Nora Wieternik, a loira Lynn Holmes e Ric Lutze, alias, ele é mais ''famoso'' por ter sido o marido de Rene Bond, clássica atriz porno dos 60 e 70 e hall da fama do AVN. Inclusive o casal da vida real e Nora trabalharam juntos em ''Refinements in Love''

A equipe chegando na floresta.

Após caminhadas, montagem das barracas e quase metade do filme, temos a primeira cena de sexo. Não vá esperando coisa boa, é uma cena bem simples e toda cortada. O grupo se encontra novamente para continuar as buscas no dia seguinte. Rola mais uma transa, infelizmente toda cortada também. Pelo menos aqui o conversa foi muito legal:
- Eu fui um bom pedaço de bunda ? - Pergunta a loira.
- Você foi o melhor pedaço que já comi. Claro, você foi a unica.
- Você tá querendo me dizer que é virgem ?!
- Bem, o mais próximo que já cheguei foi quando minha irmã deixou chegar nos seus peitos.


Bastante namoro no filme.

Transa terminada, dia seguinte e continua a expedição, caminhada, caminhada e mais caminhada (apenas para encher linguiça no filme), até que um deles avista uma pegada, adivinha de quem ? Sim, do pé grande ! Porra, já passou meia hora (de 47 minutos totais) e ainda não apareceu a atração do longa. Eles decidem próximo a pegada pois acreditam que o pé grande possa estar por perto.



Caminhadas e mais caminhadas...

Mas após uma longa espera temos finalmente o encontro esperado com isso...:


Porra, dá vontade de parar de escrever, que merda, estou revoltado, isso é pé grande que se apresente ???? Enfim, pós a apresentação tosca, o grupo avista o humanoide e resolvem fazer contato. Mas é claro, com três barbados na equipe é obvio que enviaram uma mulher, sim, escolha fantástica. Com o mimimi que existe hoje, imagina o que as feminazis não fariam com esse filme ?

Bem, a mulher chega perto e o safado pé grande começa a passar a mão nela e provavelmente depois de alguns cortes, o animal já está metendo a piroca. No inicio ela até queria resistir, mas logo começou a gostar de um membro diferenciada. O mais legal de tudo é que os três homens não fizeram nada para ajudar, provavelmente são bundões os voyers !!! Mas ainda tem mais, a zoofilia foi filmada !!!

Minutos depois, o animal é avistado mais uma vez e bem empolgado um deles grita para fujirem, sendo que um vai para cada lado. O pé grande vai ao encontro de... É claro, de uma mulher que também nem tenta resistir. Mas depois dessa pelo menos o carinhoso humanoide tira um cochilo abraçadinho a mulher. Você faz isso em casa ? Onde depois que goza se vira pro lado ? Se inspire no pé grande !

Carinhoso...

Somente depois de tudo isso os ''homens'' resolveram se vingar e partem para cima, numa ''luta'' que Os Trapalhãoes e o astro do blog Cuneyt Arkin sentiriam orgulho ! Enquanto isso a mulher desmaiada (ou aproveitando o orgasmo), com a bunda pra fora e ninguém ajudando a coitada. Quando terminada a porradaria, só resta a equipe ir embora, não sem antes o virgem dizer que ainda se encontrar com o animal... (HAHAHAHA). O filme termina e eu só tenho lamentar de assistir essa merda. Não posso esquecer do Gardenal depois disso tudo.


O diretor dessa porcaria é desconhecido, bem difícil de se encontrar alguma informação precisa, uma suspeita é que quem assumiu a cadeira foi James Meyers que dirigiu alguns pornos nos anos 70 sob o pseudônimo Jimmy DeKnight.

Essa bomba foi trazido a toda pela Something Weird Video, produtora que trabalha com diversas bizarrices. Descoberto em 1996, foi lançado sendo ''special edition'', simplesmente não sei no que, a unica coisa que descobri que essa versão que trouxe está cortada (principalmente nas cenas que se teria sexo oral).


Depois disso tudo, só tenho a pedir desculpas aos leitores...

Trailer (não tem)


The Geek
Estados Unidos
1971 - 47 minutos

Direção:
?

Elenco:
Lynn Holmes (A loira)
Nora Wieternik (A morena de roupa preta)
Ric Lutze (É algum dos homens)

Download (versão legendada)
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Parece fantasticamente ruim, sou obrigado a ver isso. Valeu a indicação, hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Vou conferir
    Como assim cortado? você suspeita que tenha sido censurada ou que o filme foi feito assim mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc ver, nas cenas que iria começar o sexo oral, as mesmas são nitidamente cortadas.

      Excluir
  3. rsrs
    Eu já tinha ouvido falar nesse filme há uns 2 anos atrás, quando tava procurando filmes de terror pornô pra fazer uma série no meu blog. Mas realmente não cheguei a ver.
    O mais engraçado é que o pé-grande ficou parecendo um mendigo.rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hauhauaha é verdade, ficou parecendo um mendigo mesmo !!

      Excluir
  4. Um pornô com a "participação" do Pé Grande é uma bizarrice absoluta rsrs . Só mesmo o Filme Lixo para resgatar essas pérolas trash. Conferindo em breve !

    ResponderExcluir
  5. Salve , esta é minha primeira visita no blog . Parabéns por nos trazer esta gema obscura , que obviamente num fazia idéia ter sido poduzida . Se esta cópia da obra está toda cortada , a duração "oficial" talvez seja de um filme "padrão" , certo ? Ah , se pudesse eu reativaria a AIC para conferir uma dublagem épica a esta obra , pena não mais termos conosco o narrador tradicional .

    Se possível corrijam ali a informação dos estados da locação . . . ou . . . ah deixa pra lá , a obra num merece , nem isso , e nem nada ... só a postagem mesmo . . . hahahahahha . Até a próxima !

    ResponderExcluir