Google+

20 de fev de 2015

Vase de Noces

Bizarro filme mudo !



Taí um filme bem curioso, talvez diferente de tudo que já foi feito. VASE DE NOCES ou também conhecido como ''The Pig Fucking Movie'' (com esse nome não se pode esperar coisa boa) é um daqueles longas onde se precisa ter paciência para assisti-lo até o final. Além de ser em preto e branco, é um filme mudo ! Não que eu tenha preconceito, longe disso, tanto que sou fã de Charlie Chaplin (mas tem alguém que não goste dele) mas pela proposta que o filme oferece, fica cansativo aguentar 80 minutos, que parecem ser 5 horas !!!

Para alguns, VASE DE NOCES pode ser um filme artístico e por ser muito diferente do que estamos acostumados, se tornou cult. Talvez ele tenha se tornado ainda mais famoso devido a sua censura (marketing ao contrário) na Austrália que apesar de tudo, é o único país que o censurou. Em 1975 no festival de cinema Perth International Arts Festival, que costuma não ter censura nenhuma, o governo local pediu aos censores para assisti-lo antes da exibição. No fim, recusaram-se de classifica-lo, tamanha obscenidade !!!

O diretor Thierry Zeno apelou para reconsiderarem e o filme foi exibido. Esse caso criou até um desconforto entre os organizadores e o governo australiano durante anos. Sobrou até para o famoso ''Império dos Sentidos'' de Nagisa Oshima que não passou nesse festival mas esteve em outros pelo país.



No ano seguinte, o filme foi novamente censurado para passar no festival sendo classificado como ''inclassificável''. Em 1977, mais uma vez tirado de circulação e banido de vez. Mas que vontade de passar um filme, né ? Mas o que tem nesse filme de tão ''inclassificável'' ? Calma, vamos chegar lá mas estejam preparados !

Wedding Trough (opa, outro nome como é conhecido, talvez o ''mais'' conhecido) é um filme melancólico, com uma atmosfera bizarra e uma trilha sonora que combina muito bem, sombria. Somando tudo isso, pode causar um choque psicológico e desconforto no espectador, com certeza sendo esse o objetivo do diretor. Imagine isso tudo em 1974 !!!

Chega de enrolação, VASE DE NOCES conta a história de um homem do campo que provavelmente tem (não, certamente tem) um transtorno mental e intelectual. Ele tem comportamentos pra lá de bizarros, coletando merda em frascos de vidro e cortando cabeças de galinhas apenas para diversão própria. Foi possível notar o que vem por aí, certo ?

É possível acompanha-lo alegremente rolando na merda com sua porca de estimação e ele chega a estupra-la !!!! Olha, dizem que é até ''normal'' ter essas experiencias com animais quem mora no campo, então até aí tudo bem, o problema é o que vem depois, nascem vários leitõenzinhos !!!!!! HAUHAUAHAUH



Pelo menos ele é um ''pai'' carinhoso e atencioso, mas seus ''filhos'' não lhe dão bola, preferindo ficar somente com a mãe. O homem fica revoltado com sua rejeição e se transforma num monstro (como se ele ainda não fosse) matando seus ''filhos'' e deixando seus corpos pendurados a céu aberto. Sim, esse filme além de bizarro tem cenas que podem chocar os mais sensíveis mas não se preocupem, felizmente aqui não tem morte de animais reais como Cannibal Holocaust ou Cannibal Ferox. Mas a porca é morta por um agricultor local, mas para alimentação própria e não por causa de uma cena de um filme.

A pobre porca fica perturbada com tudo que acontece correndo loucamente pela fazenda e se afogando propositalmente na lama, assim se suicidando, causando a solidão de seu ''marido''. O bizarro fazendeiro tira seu corpo da lama a enterrando num local apropriado. Sua tristeza acaba se transformado em raiva, ele sai correndo que nem louco quebrando sua casa, incluindo seus valiosos frascos de merda ! Para finalizar, ele prepara um chá feito de merda e xixi, para depois se enforcar...

No fim falei de todo filme (estão acostumados, né ?), imagina acompanhar tudo isso nos intermináveis 80 minutos do longa. Acompanhar tudo isso é para poucos pois não é uma experiencia agradável !



O diretor Thierry Zeno é pouco conhecido, seu filme mais famoso é esse aqui, ainda que famoso pela má fama do que por ser um bom filme. De acordo com o IMDB, tem apenas mais 4 filmes no curriculo, sendo dois documentários, um deles quero falar em especial. O único ator do filme, Dominique Garny também ajudou a escrever VASE DE NOCES, podemos notar que não bate bem da cabeça !

Bem, o documentário que quero falar é ''Of the Dead (Des Morts)'', dirigido por Zeno, Garny e Jean Pol Ferbes. Lançado em 1979 e filmado em alguns lugares exóticos espalhados pelo mundo com locais em Nepal, Bolívia, Tailândia, entre outros, lida como as pessoas de locais específicos desses países com a morte e os cadáveres. Além de um caso médico lidando com vitima de varias facadas. É outro filme pesado, mas lidando com um assunto real, ao melhor estilo ''Faces da Morte'' (ou ainda ''melhor'', já que ''Faces'' tem várias cenas simuladas). Vejam a capa americana para se ter uma ideia.


Enfim, voltando, acredito que não irão gostar de VASE DE NOCES, mas é mais um filme louco para nós que gostamos de bizarrices mas esse talvez ainda mais louco com o que estamos acostumados !!!
Sem bem que, sinceramente nem sei porque trouxe esse filme, até porque não tem graça nenhuma mas não deixa de ser um FILMELIXO... =(

PS: Pera aí, um dia postei Hungry Bitches, então VASE DE NOCES fica de boa ! kkkk

Trailer


Vase de Noces
Bélgica
1974 - 80 minutos

Direção:
Thierry Zeno

Elenco:
Dominique Garny (Fazendeiro pirado)
Vários animais

Download
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. bem! como sempre a sinopse é melhor do que o filme!
    Mas esse ou essa coisa não deixa de ter alguns pontos interessantes.
    Digo isso porque questiono e muito o tal falado de que... "o ser humano é um ser racional" nem tanto ou melhor disser ainda que é menos ainda.
    A ideia pelo que entendi é trazer ao publico de como seria se as coisas fossem mais ligado.
    É como se esses dois reinos de vidas estivessem mais próximos do que o normal.
    A porca pode nos entender e o ser humano pode entende-los.
    No fim como foi comentado vai ser duro quem aqui vai encarar essa.... obra!
    Eu confesso que não tenho empolgação para ver tal coisa.
    elcio

    ResponderExcluir